Sexta-feira, 22 de Setembro de 2006

Perdida

Sinto-me perdida,
Sem saber como voltar,
Não há caminho nem rumo,
Não há esperança em nenhum lugar.
 
Não há sorriso que me alegre,
Não há palavras que me confortem,
Não há luz que me ilumine,
Só vejo almas que sofrem.
 
Sinto-me abandonada,
Esquecida em algum lugar,
Não há quem me procure,
E não me consigo encontrar.
 
Não há nada que me alimente,
Que ressuscite o meu ser morto,
Sinto que perdi a alma,
Vagueio perdida no meu corpo.
sinto-me:
música: Xutos e Pontapés - Gritos Mudos
publicado por Vera às 01:00

link do post | critiquem ou elogiem | favorito
4 comentários:
De joaofilipeferreira a 22 de Setembro de 2006 às 15:22
ola:)
ufa parece que agora consigo deixar mensagem..o teu blog tava dar erro nos comments e nao me deixava deixar comentario..
aproveito pa dizer que adorei mais este poema...e dizer que escreves maravilhosamente BEM.
beijinhooooo
De Angela a 22 de Setembro de 2006 às 16:28
Mais um poema lindíssimo como nos vens habituando!

Já me aconteceu ficar assim, em que nada parece ter sentido ou valor... Mas felizmente sempre consegui encontrar uma luzinha para me dar forças.

Vês o que fazes? Obrigas-me a mostrar a alma!

Beijo enorme.
De FM a 24 de Setembro de 2006 às 21:50

continuas fantástica
BJ

FM
De melinha a 25 de Setembro de 2006 às 09:53
lindo!! adorei do principio ao fim fantastico! bjs

criticar post

*Sobre mim

*Cuscar no BLOG

 

*Recentes

* A minha escolha

* Convite

* Novo Blog

* Amor Banal

* Tristeza

* Perdida

* Adeus Amor

* Vida de Drogado

* Traição e Sorte

* “Era uma vez…”

*Arquivos

* Março 2011

* Janeiro 2009

* Setembro 2006

* Agosto 2006

* Julho 2006

*Favoritos

* Depois de algum tempo...

* Minha Filha

* Quero ser tua

* Minha Vida

* Princesa

*Cantinhos Paradisíacos